ARTIGO: O primeiro livro espírita brasileiro não tinha nada de ingênuo ou igrejeiro

O primeiro livro espírita brasileiro não tinha nada de ingênuo ou igrejeiro

O primeiro livro espírita brasileiro é atual e surpreendente! Foi escrito em 1865 (Kardec estava em pleno vapor), por Manuel de Araújo Porto-Alegre, “Cartas sobre o Espiritismo”, veja como ele tratou sobre políticos e corrupção no seguinte trecho: http://revolucaoespirita.com.br/o-primeiro-livro/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s